Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

jornal

notícias

Os trabalhos finalistas serão conhecidos em junho; os premiados serão anunciados durante a bienal, que ocorrerá em Assunção, em outubro de 2019, e que mostrará a forma de habitar da América Latina no cotidiano

Os diversos comitês de seleção dos países participantes da XI Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo selecionaram as obras que representarão seu país perante o juri internacional da BIAU.

A bienal reúne a melhor arquitetura dos 22 países que formam a América Latina. À convocatoria apresentaram-se 997 obras, das quais foram selecionadas 210. As obras premiadas serão conhecidas durante o mês de outubro.

Durante a bienal serão anunciadas também as propostas ganhadoras nas categorías de Publicações, Textos de Pesquisa e Trabalhos Acadêmicos. Além disso, será outorgado o Prêmio Ibero-Americano de Arquitetura e Urbanismo e será concedido o prêmio de fotografia “Habitando a Ibero-América”.

Projetos seleccionados

Argentina (20 obras)
Bolivia (13 obras)
Brasil (20 obras)
Caribe y Centroamérica (6 obras)
Colombia (16 obras)
Chile (16 obras)
Ecuador (20 obras)
España (20 obras)
México (18 obras)
Paraguay (10 obras)
Portugal (20 obras)
Perú (14 obras)
Uruguay (13 obras)
Venezuela (4 obras)

Conheça as demais obras selecionadas clicando aqui.

Sobre a BIAU

A Bienal Ibero-Americana de Arquitetura e Urbanismo (BIAU) é uma iniciativa do Governo da Espanha em colaboração com distintas instituições ibero-americanas, consolidada através da realização de dez edições como uma das referências fundamentais para conhecer a situação atual e prospectiva da Arquitetura e do Urbanismo na comunidade ibero-americana.

As atividades básicas da Bienal giram em torno do reconhecimento e difusão das trajetórias profissionais mais relevantes, das obras mais significativas da arquitetura e do urbanismo, as melhores publicações, os trabalhos de pesquisa mais destacados, e as melhores ideias de arquitetos e estudantes de arquitetura. As seleções realizadas pelos jurados de cada um dos temas serão incluídas no catálogo e nas exposições correspondentes.

A BIAU quer ser uma plataforma estável de debate, de reflexão, de intercâmbio de experiências e de relação entre profissionais da Arquitetura e do Urbanismo dos 22 países que participam dela de ambos os lados do Atlântico. A Bienal é um instrumento de construção de pensamento crítico e de abordagem dos valores da Arquitetura e do Urbanismo voltado para os cidadãos e ao conjunto da sociedade.

Cais do Sertão, 2018, Recife PE Brasil. Arquitetos Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz e Pedro Del Guerra/ Brasil Arquitetura<br />Foto Nelson Kon

Cais do Sertão, 2018, Recife PE Brasil. Arquitetos Francisco Fanucci, Marcelo Ferraz e Pedro Del Guerra/ Brasil Arquitetura
Foto Nelson Kon

Casa do Carnaval, vista aérea, Salvador. Arquitetos Alexandre Prisco e Nivaldo Andrade<br />Foto Carlos Galassi

Casa do Carnaval, vista aérea, Salvador. Arquitetos Alexandre Prisco e Nivaldo Andrade
Foto Carlos Galassi

Sesc 24 de Maio, Paulo Mendes da Rocha + MMBB Arquitetos, São Paulo<br />Foto Nelson Kon

Sesc 24 de Maio, Paulo Mendes da Rocha + MMBB Arquitetos, São Paulo
Foto Nelson Kon

XI BIAU

fonte
Pati Nunez Agency
Barcelona

compartilhe


© 2000–2019 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada