Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

drops ISSN 2175-6716

abstracts

português
A jornalista especializada em design, Maria Helena Estrada, faleceu no dia 11 de abril de 2018 em São Paulo e recebe aqui uma homenagem de Ethel Leon.

how to quote

LEON, Ethel. Maria Helena Estrada. Irreverência e obstinação a serviço do design. Drops, São Paulo, ano 18, n. 127.06, Vitruvius, abr. 2018 <http://mail.irmaosguerra.com/revistas/read/drops/18.127/6948>.



“Nós duas somos casca de ferida”. Esta é a frase que ouvi, durante anos, de Maria Helena Estrada. Ela aludia ao fato de declararmos nossos pontos de vista sem muita diplomacia e de gostarmos da polêmica.

Mas eu nunca a considerei “casca de ferida” ou algo semelhante. Sempre a vi trabalhando muito e, ao mesmo tempo, apreciando facetas prosaicas e prazerosas da vida cotidiana. Sempre a vi capaz de estabelecer amizades sólidas e longas – como a que desenvolveu com a sensível e delicada arquiteta Helô, sua grande amiga; ou com a jovem jornalista Winnie Bastian, editora, por anos, da revista Arc Design.

Maria Helena fundou a Arc Design e quem já se aventurou na área de revistas no Brasil sabe das imensas dificuldades para manter um periódico funcionando com um mínimo de qualidade e independência editorial.

Tenho lembranças dela reclamando de móveis de madeira maciça com vários designers autores e perguntando “onde está a tecnologia?” Claro, ela vinha de anos de Milão, em período no qual as empresas mantinham suas unidades produtivas em território italiano e continuavam a tradição do pós II Guerra Mundial de grande inovação tecnológica e design para exportação que prevaleceria durante décadas.

Estranhava, aqui, uma espécie de repetição do mantra modernista e estava sempre, como boa jornalista, a perscrutar o novo.

Lembro de momentos de convivência muito divertida com Maria Helena, quando, uma noite em Milão, num daqueles coquetéis do fuori Salone, a comida era servida em diminutas colherinhas de café. Maria Helena decidiu degustar todas e repetir as doses, por vezes, me dando uma colherinha quase na boca, insistindo que eu provasse aquele sabor exótico ou que sentisse o aroma daquela iguaria. Acho que nem vimos a exposição, ficamos só ali naquele bufê.

Ela sempre estranhava – e me dava muitas broncas por isso – minha impaciência para coquetéis, vernissages e noitadas semelhantes. Aproveitava esses momentos para fazer contatos, pensar pautas, conversar com as pessoas.

Deixei de vê-la com frequência, à medida que minha vida se voltou para o ensino e a Universidade. Em vez de coquetéis, seminários, eu brincava com ela. “Pelo menos nos coquetéis há comida e bebida”, ela retrucava...

A irreverência era seu lugar. A obstinação também. Reconheço alguns de seus traços, a obstinação, talvez, entre alguns outros, em sua filha, minha queridíssima amiga Fernanda Sarmento, que, como eu, acabou enveredando pela pesquisa.

A palavra rascante e sincera de Maria Helena faz falta. Sua presença no mundo do design também. Maria Helena faleceu no dia 11 de abril de 2018 em São Paulo.

sobre a autora

Ethel Leon é jornalista, pesquisadora e professora na área de história do design brasileiro.

 

comments

127.06 homenagem
abstracts
how to quote

languages

original: português

share

127

127.01 museu em crise

Vender obra de arte para pagar dívidas, como quer o MAM, é um descalabro

Sobre a venda da pintura de Jackson Pollock

Jorge Coli

127.02 tempos temerários

Cortinas de fumaça, obscurantismos e seus efeitos colaterais

Sobre o Museu do Trabalho e do Trabalhador, do escritório Brasil Arquitetura

Paulo Mendes da Rocha and Raquel Rolnik

127.03 patrimônio em risco

Privatização do Complexo Anhembi: a quem serve?

Ivan Maglio, Paulo Lomar and Ana Maria Wilheim

127.04 artes aplicadas

Varvara Stepanova e a escola soviética Vkhutemas

Maria Cau Levy

127.05 protesto ou depredação

Precisamos falar sobre monumentos e sua simbologia

Ou sobre a pixação no Pátio do Colégio

Deborah Neves

127.07 crônica

Carta aos estudantes: reunião geral extraordinária!

Uma homenagem a Jorge Wilheim, fundador do Dafam

Lucas Dalcim

127.08 edifício comercial

São Paulo, de volta às alturas

Edifício Santos Augusta de Isay Weinfeld

Felipe SS Rodrigues

127.09 conservação do patrimônio

Plano de conservação da estrutura do Masp

Silvio Oksman, Lucia Furlan and Luiza Nadalutti

newspaper


© 2000–2018 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided