Seu navegador está desatualizado.

Para experimentar uma navegação mais interessante, recomendamos que você o atualize clicando em um dos links ao lado.
Todos são gratuitos e fáceis de instalar.

 
  • em vitruvius
    • em revistas
    • em jornal
  • \/
  •  

pesquisa

revistas

arquiteturismo ISSN 1982-9930

Baía de Guanabara, Rio de Janeiro e Niterói. Foto Abilio Guerra

sinopses

português
Texto cômico sobre fato real vivido dentro do hospital no interior de São Paulo.


como citar

SANTOS, João Henrique. Pavimentando o caminho para o inferno. O hospital como lugar do corpo e da alma. Arquiteturismo, São Paulo, ano 11, n. 125.06, Vitruvius, ago. 2017 <http://mail.irmaosguerra.com/revistas/read/arquiteturismo/11.125/6644>.


Há um ano, ao ter que ser internado na Santa Casa de Bragança Paulista, na hora de preencher a ficha de internação emergencial fui perguntado sobre qual era a minha religião. Achei aquilo um disparate, pois fui lá para salvar o corpo, não a alma.

Como posso estar à morte mas não deixo de pavimentar meu caminho pro inferno, respondi:

— Sou membro da Igreja Holandesa Reformada Integrista.

A gentil atendente perguntou:

— O senhor é evangélico? —, ao que o capirotinho aqui respondeu:

— Todos os cristãos somos evangélicos: católicos romanos, católicos ortodoxos, reformados, pentecostais, neopentecostais... exceto os mórmons.

Cara de reticências da moça e a pergunta:

— O senhor é crente?

Sempre sorrindo, respondi:

— Todos os que acreditamos somos crentes: cristãos, judeus, muçulmanos, espíritas, umbandistas, candomblecistas...

Com uma cara de “morre logo, desgraçado!”, a moça tentou finalizar:

— Se o senhor precisar de assistência religiosa, que padre, pastor a gente pode chamar?

Sorridente, respondi:

— Um da minha Igreja, que só tem na Holanda e na África do Sul, ou um pastor menonita. Sendo que neste último caso vocês terão um problema, porque foram todos exterminados no século 17.

Recebi o formulário para eu assinar com “sem religião declarada”, ao que eu assinei e disse que tinha declarado, sim.

Saí vivo do hospital.

sobre o autor

João Henrique dos Santos é professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – FAU UFRJ.

comentários

125.06 viagem hospitalar
sinopses
como citar

idiomas

original: português

compartilhe

125

125.01 viagem de estudo

Carlúcio e os causos da beira do Rio São Francisco

Ana Carolina Brugnera e Lucas Bernalli Fernandes Rocha

125.02 paisagem construída

Perfeição é o teu nome

Frederico de Holanda

125.03 viagem cultural

Pelas cidades partidas do Peru

José Lira

125.04 viagem cultural

Palazzo Rucellai em Firenze

Victor Hugo Mori

125.05 paisagem construída

La Sagrada Familia

Humberto González Ortiz

jornal


© 2000–2017 Vitruvius
Todos os direitos reservados

As informações são sempre responsabilidade da fonte citada