Your browser is out-of-date.

In order to have a more interesting navigation, we suggest upgrading your browser, clicking in one of the following links.
All browsers are free and easy to install.

 
  • in vitruvius
    • in magazines
    • in journal
  • \/
  •  

research

magazines

newspaper

agenda cultural

Elementos como troncos secos, madeira de demolição, remos e cordas ganham novo significado em trabalhos de grande escala criados para as Oficinas de Criatividade da unidade

Abre nesta terça-feira, 07 de maio, no Sesc Pompeia a exposição “Floresta d’água”, de Afonso Tostes. A mostra estreia o projeto Ofício: Farpa, que investigará o uso de técnicas tradicionais e práticas artesanais (abordadas nas Oficinas de Criatividade da unidade) na produção artística contemporânea, começando pela marcenaria.
Com curadoria de Daniel Rangel, a exposição explora elementos fundamentais para o ciclo da vida. Troncos secos, madeiras de demolição, remos, cordas, água doce e salgada, pedras e barro são alguns dos materiais e objetos coletados ou negociados pelo artista. Há mais de quatro anos, ele viaja pelas águas e florestas do Brasil em busca de elementos carregados de histórias, que ganham novos significados em suas mãos.
Obras de grandes dimensões, criadas especialmente para a exposição, ocuparão os corredores das Oficinas. Logo na entrada, estará a escultura Igbo (2019), com mais de 5m de altura. Formada por três pedaços de troncos empilhados de maneira irregular, sustentados por outras esculturas. “O trabalho desloca o visitante para um outro espaço e tempo. Seu impacto visual é ampliado pela relação inerente de sua coluna natural com a estrutura amadeirada do telhado do edifício”, explica o curador.
Nos corredores laterais do espaço, duas instalações representam, de modo metafórico, a floresta e o rio. Deitadas (2019) dá nova vida ao tronco de uma enorme árvore, que foi encontrado caído na mata. Cortado ao meio, teve o vazio entre as duas partes preenchido por uma conexão escultórica. Linha do tempo (2019) retrata o percurso de Tostes pelas águas brasileiras à procura de remos de madeira utilizados por comunidades de diferentes regiões. Dois deles, um cromado e outro esculpido, são amarrados por pedaços de cordas, dando aparente instabilidade à obra. Outros objetos recolhidos pelo caminho compõem a instalação, que resgata também as lembranças das realidades a que pertenceram.
No corredor central das Oficinas, “entre a floresta e o rio”, um extenso varal traz pendurados desenhos em pequenos formatos de folhas, flores, frutos e galhos, nos quais o sutil traço do artista se sobrepõe a páginas de antigos livros e revistas. Umasérie de esculturas compostas pela união de materiais colhidos e ressignificados por Tostes completam a exposição.
Sobre o artista
Nascido em 1965, em Belo Horizonte (MG), Afonso Tostes iniciou sua trajetória artística no Rio de Janeiro, no final dos anos 1980, com o estudo do suporte bidimensional, posteriormente acompanhado por uma vasta produção escultórica com madeiras encontradas nas ruas. O interesse do artista volta-se para o alcance de métodos simples a partir desses materiais descartados, desenvolvendo esculturas aparentemente despojadas de complexidade estrutural e que carregam no corpo os sulcos e marcas dos usos anteriores.
Estudou desenho e pintura na Escola Guinnard, em Belo Horizonte, e na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. Em 2001 foi contemplado pela bolsa RIO ARTE e começou a se dedicar à escultura.
Entre as exposições mais recentes, destacam-se as realizadas na Galeria Millan, São Paulo, SP (2015); na Casa França Brasil, Rio de Janeiro, RJ (2014); no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, RJ (2011), e no Museu de Arte Contemporânea de Niterói, RJ (2009).
<br />Foto Leandro Cunha


Foto Leandro Cunha

Sesc Pompéia

happens
from 07/05/2019
to 18/08/2019

opening
07 de maio de 2019, às 20h

where
SESC Pompéia
Rua Clélia 93 Pompéia
São Paulo SP Brasil
terça a sábado, das 9h30 às 21h
domingos e feriados, das 9h30 às 18h
+55 11 3871 - 7700

source
Sofia Carvalhosa Comunicação
São Paulo

share


© 2000–2019 Vitruvius
All rights reserved

The sources are always responsible for the accuracy of the information provided